Veja como eliminar a rachadura dos pés muito fácil

Calcanhares rachados são problemas comuns para a maioria das pessoas. As fissuras e rachados nos pés são geralmente causados por pele seca (xerose), e é mais comum aparecer em volta do calcanhar. Para a maioria das pessoas, especialmente mulheres, isso é um incômodo e um grande problema estético, mas quando as fissuras ou rachaduras são profundas, elas tornam-se dolorosas, em casos graves, podem até ocorrer infecções.

Aqui vão umas dicas que são muito eficientes no combate às rachaduras e pele seca nos pés.

Esfoliação nos pés

Faça esfoliação nos pés regularmente, pelo menos 1 a 2 vezes por semana. Isso ajuda a retirar as células mortas e a combater rachaduras e pele seca nos pés.

Quando sentir o calcanhar e sola de seus pés grossos, passe pedra pomes ou lixa fina nos pés úmidos. Isso ajudará a eliminar a pele morta e vai afinar os pés, além de combater o mau cheiro causado por células mortas e infecções. Passe suavemente, na hora do seu banho.

 

Hidratação nos pés

Depois de esfoliado e lixado, os pés devem ser muito bem hidratados. Se você esfoliar e lixar os pés e não hidrata-los diariamente, haverá o efeito rebote e seus pés ficarão ainda mais secos e as rachaduras piorarão.

Portanto, é importante manter os pés sempre bem hidratados, pois a sola dos pés acumula maior quantidade de células mortas e o atrito com os calçados e a falta de hidratação, se torna mais grossa, assim, é fácil acontecer rachaduras.

Algumas pessoas gostam de investir em pedicures regulares, mas isso pode rapidamente se tornar muito caro. E, muitas vezes, produtos recomendados para os pés ou são difíceis de encontrar, ou não tão práticos.

Agora você pode fazer o seu próprio produto cuidando dos seus pés sozinha (o). A melhor parte? Todos os ingredientes estão em sua casa!

Em casos de maior gravidade, o tratamento para rachaduras nos pés deverá contar com a orientação de um dermatologista, que irá indicar uma solução adequada para o problema. Mas, se não for tão grave, você pode acabar com as rachaduras nos pés, com esta receita simples e eficaz!

Você vai precisar de:

  • 1 tubo de Bepantol Pomada (30g)
  • 10 comprimidos de Aspirina (Também, pode ser Melhoral ou Ácido Acetilsalicílico-AAS)
  • 1 vidro (100ml) de Vaselina líquida

PREPARO:

  1. Amasse os comprimidos e misture com a pomada bepantol. Em seguida, acrescente a vaselina líquida aos poucos, sempre mexendo para facilitar a mistura dos ingredientes.
  2. Fica um creme leve, com textura um pouco mais líquida do que pastosa. Então, coloque em um frasco de creme vazio e guarde em temperatura ambiente.

COMO APLICAR:

  1. Antes de dormir, com os pés limpos e bem secos, aplique o creme caseiro nas áreas com rachaduras e coloque meias para potencializar o tratamento. Repita o processo todas as noites e, em uma semana você notará uma incrível melhora nas rachaduras!
  2. Cuide bem dos seus pés, afinal eles que suportam todo o peso do seu corpo e estão sujeitos a muitas agressões, sobretudo no calor.

E relaxar com os pés hidratados, quem não merece?

 

 

FONTE:https://www.arteblog.net

Como eliminar os fungos das unhas facilmente

Fungo nas unhas é algo realmente embaraçoso e difícil de sair.

Falamos isso porque muita gente passa vergonha quando expõe os pés e as mãos contaminados na rua – principalmente quando o fungo já está no nível avançado.

Além disso, a maioria dos remédios comprados em farmácias não é eficiente e ainda sem contar com os possíveis efeitos colaterais.

Se você não sabe, os fungos nas unhas ocorrem por uma infecção fúngica, provocada pelo uso de sapatos fechados  e umidade.

As unhas começam a ficar amareladas e, caso não seja tratadas imediatamente, sofrem rachaduras, causando dor.

O fungo prospera em:

- Nível alterado do pH da pele

- Sistema imunológico fraco

- Exposição constante de ambientes úmidos, como sapatos e meias

- Falta de higiene

- Diabetes

Veja as alternativas que trouxemos para tratar o problema:

1. Vinagre de maçã

Quando há uma alteração no pH da pele, torna-se mais básico do que alcalino e isso é muito bom para o crescimento dos fungos.

Se você opta por fazer um tratamento com vinagre de maçã, a melhor maneira é descansando os pés ou as mãos numa bacia com água e vinagre – na mesma proporção.

Cubra completamente os pés ou as mãos com a solução e deixe agir por 30 minutos.

Repita o procedimento pelo menos uma vez por dia, mas não mais que três vezes.

Em seguida, enxugue os pés ou as mãos com uma papel-toalha ou pano descartável, para evitar contaminações.

Caso você não tenha tempo para fazer um banho de 30 minutos nos pés, coloque algumas gotas de vinagre na unha, duas ou quatro vezes por dia.

Outra opção é, na hora de dormir, molhar um pedaço de algodão com vinagre de maçã e cobrir a unha doente com esse algodão, prendendo-o com um cordão (mas sem apertar muito).

Faça isso todos os dias, por uma semana.

2. Óleo de orégano

Misture uma colher (de sopa) de azeite em duas gotas de óleo essencial de orégano (vende-se em lojas de produtos naturais).

Em seguida, aplique na unha infectada.

Deixa agir por pelo menos 30 minutos, sem cobrir o local.

Certifique-se de que o óleo de orégano usado é original, com uma marca renomada para que a  receita tenha os resultados esperados.

Feito isso, lave os pés e enxugue com papel toalha.

Repita o procedimento uma ou duas vezes por dia, pelo menos por três semanas.

O óleo de orégano é um forte antisséptico, antibacteriano, antiparasitário, antiviral, analgésico e tem propriedades antifúngicas.

Por isso, ele é um ingrediente muito útil no combate a fungos.

Cura pela natureza

Remédios naturais para a Gastrite

Os casos de gastrite têm aumentado nas últimas décadas. Doença de fundo emocional, ela é potencializada pelo ritmo frenético dos dias atuais, que aumenta o risco da ansiedade e do estresse. Dores de estômago frequente, especialmente quando localizadas na parte superior do abdômen, podem indicar a presença de gastrite, que pode evoluir para úlceras gástricas ou duodenais.

Felizmente, alguns tratamentos e remédios naturais contribuem para amenizar a dor e o desconforto. Os indicadores da gastrite são o surgimento de dores agudas na região estomacal, que são atenuadas depois das refeições, para ressurgirem algumas horas depois.

É importante ressaltar que, mesmo quando as dores parecem inofensivas, uma gastrite não tratada pode evoluir para úlceras. Nestes casos, podem surgir hemorragias internas, que, em alguns casos, podem necessitar de tratamento cirúrgico.

O ambiente estomacal é altamente ácido. Tanto a úlcera quanto a gastrite podem ser provocadas pela bactériaHelicobacter pylori, que coloniza naturalmente o órgão abdominal. A gastrite é uma inflamação geral do estômago, que chega a provocar feridas superficiais. A úlcera forma lesões profundas nas paredes do estômago – e as duas condições provocam muita dor.

O diagnóstico é obtido a partir do histórico médico dos pacientes. Em seguida, são realizadas endoscopias digestivas, exames que consistem na introdução de um tubo flexível (através da boca), que, por meio de um chip, capta imagens internas do esôfago, estomago e duodeno (parte superior do intestino delgado).

Os remédios naturais para gastrite

A gastrite pode se manifestar de forma aguda ou crônica, inclusive com intervalos de até 20 dias sem a ocorrência de desconfortos. Alguns pacientes, no início da evolução da doença, são assintomáticos. Além da H. pylori, a doença pode ser provocada pela deficiência de vitamina B12, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, alimentos picantes e ácidos, infecções virais ou fúngicas, doenças imunossupressoras, infestações parasitárias e estresse.

Carambola

gastrite-carambola

As sementes de carambola são úteis para reduzir a acidez estomacal. A fruta é um antiácido natural. Para fazer o chá, é necessário:

  • uma colher (chá) de sementes de carambola pulverizadas;
  • uma colher (chá) de sal preto (é um sal não refinado originário da Índia);
  • um copo (250 ml) de leite.

É possível incluir uma colher (chá) de gengibre seco (ou fresco e picado).

Coloque as sementes, o sal preto e o gengibre para ferver em um copo (250 ml) de água. Deixe reduzir até a metade. Coe a misture, inclua o leite (em temperatura ambiente) e beba meia xícara (chá) duas vezes ao dia, de manhã e à tarde. Continue consumindo até o desaparecimento dos sintomas.

Morango

Além de saborosas, estas frutas apresentam altos teores de compostos fenólicos, substâncias que exercem poder preventivo ou curativo em distúrbios inflamatórios e infecciosos, devido à ação antioxidante não enzimática (os morangos não provocam alterações na condução de energia para as células do nosso organismo).

gastrite-morango.jpg

Estudos de 2011 realizados por pesquisadores da Universidade de Oxford (Inglaterra) e de Colônia (Alemanha) concluíram que o consumo regular de morangos é capaz de reduzir os danos causados pelo excesso de bebidas alcoólicas. Para tratar a gastrite, é preciso ter à mão:

  • uma colher (sopa) de folhas secas de morango trituradas;
  • uma xícara (chá) de água.

Ferva a água, apague o fogo e adicione as folhas de morango. Deixe agir por dez minutos, coe e beba em seguida. A infusão pode ser ingerida até três vezes, até que os sintomas da gastrite desapareçam. Para prevenir a doença, comer algumas frutas é uma atitude inteligente.

Manjericão

Nativo da Ásia e da África ocidental, o manjericão também é útil para tratar gastrite. Altamente nutritivas, as folhas são muito pouco calóricas (fornecem apenas 20 calorias a cada cem gramas de consumo). O manjericão tem propriedades calmantes, antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes, é fonte de fibras solúveis, proteínas e das vitaminas A, B, C, E e K E também fornece os seguintes sais minerais: cálcio, ferro, magnésio, manganês, potássio e zinco.

gastrite-manjericao.jpg

Para tratar sintomas da gastrite, como dor de estômago, náuseas, vômitos e indigestão, mastigue folhas de manjericão várias vezes ao dia, como se fossem chicletes. A erva também elimina o mau hálito. Outra opção é preparar o seguinte chá:

  • uma colher (sopa) de folhas de manjericão trituradas;
  • uma colher (sopa) de gengibre fresco picado;
  • uma xícara (chá) de água.

Ferva a água, apague o fogo e mergulhe os demais ingredientes. Tampe a infusão e deixe agir por dez minutos. Coe a mistura, adicione uma colher (sopa) de mel e tome três vezes ao dia. O período de consumo não pode ultrapassar três semanas.

Funcho

Trata-se da planta medicinal que produz as sementes conhecidas como erva-doce, facilmente encontrada em feiras livres, mercados e casas de ervas. Tradicionalmente utilizado para tratar bronquites, o funcho também combate verminoses, cólicas menstruais, vômitos e náuseas, problemas urinários (inclusive infecções), dores nos olhos e diarreia.

gastrite-fucho.png

O funcho regulariza as funções gastrointestinais, organizando o trato digestivo e reduzindo os sintomas da gastrite. O preparo do chá é simples: basta colocar uma colher (chá) de sementes em uma xícara (chá) de água fervente, deixar amornar, coar e beber (até cinco vezes ao dia). Se preferir, adoce com uma colher de mel.

A erva pode provocar algumas reações alérgicas leves e está contraindicada para grávidas e lactantes, crianças com menos de cinco anos e portadores de distúrbios da tireoide. Por outro lado, mastigar as sementes imediatamente depois das refeições impede o surgimento dos sintomas da gastrite.

Gengibre

As raízes do gengibre são conhecidas por suas propriedades anti-inflamatórias, calmantes e antibacterianas. Elas ajudam a reduzir as infecções e atenuar os processos inflamatórios. Também são úteis para reduzir a flatulência, indigestão, náuseas e inchaço abdominal.

gastrite-gengibre.jpg

Os ingredientes são os seguintes:

  • uma colher (chá) de gengibre picado;
  • uma colher (chá) de mel;
  • uma xícara de água.

Ferva a água, desligue o fogo e acrescente o gengibre (não deixe a raiz ferver, para manter a integridade dos nutrientes). Cubra a mistura durante dez minutos. Em seguida, coe, acrescente o mel e tome três vezes por dia, durante uma semana.

Hortelã

A hortelã-pimenta é outra planta conhecida pelas propriedades medicinais. A erva é útil para tratar gastrite naturalmente em função das propriedades antiespasmódicas, antieméticas, antibacterianas e anti-inflamatórias.

gastrite-hortela.jpg

O excesso deve ser evitado, uma vez que a hortelã-pimenta pode causar ou potencializar alergias, causando coceira, ardor e vermelhidão. O consumo exagerado da erva também pode provocar resultados inversos aos esperados no tratamento da gastrite, com a irritação da mucosa estomacal, náuseas e vômitos, azia, inchaço abdominal e indigestão.

Sob a forma de cápsulas ou óleo essencial, o consumo deve ser evitado por mulheres que querem engravidar, gestantes e lactantes, pois os princípios ativos podem ser transmitidos para o leite materno, prejudicando a amamentação. Óleos e tinturas de hortelã-pimenta são contraindicados para bebês e crianças com menos de cinco anos.

Utilize este vegetal também para cuidar de dores musculares, dores de estômago, síndrome do cólon irritável e enjoos matutinos da gravidez. Apesar de muito divulgado, não há provas sobre a capacidade de redução de peso com a ingestão deste chá ou com o uso de inalações.

A hortelã-pimenta pode ser utilizada em chás (15 gramas de folhas para uma xícara de chá de água), em sopas, saladas e sucos. O consumo do chá deve ser limitado a três xícaras ao dia, nos intervalos entre as refeições. Os comprimidos revestidos são bons auxiliares para amenizar a azia e os enjoos.

Camomila

Parte dos óleos essenciais da camomila é benéfica para o sistema digestório: estes nutrientes aliviam as paredes do estômago e duodeno e auxiliam na expulsão de gases. A erva também contribuir para reduzir os processos inflamatórios destes órgãos e diminui o risco do desenvolvimento de úlceras.

gastrite-camomila.jpg

Para o preparo do chá, é necessário:

  • duas colheres (sopa) de flores de camomila;
  • uma xícara (chá) de água quente.

Mergulhe a camomila na água quente, cubra e deixe a infusão agir por dez minutos. Coe e beba em seguida. Se preferir, adicione uma colher (sopa) de mel. O chá pode ser ingerido diversas vezes durante o dia, mas o consumo precisa se limitar a uma semana apenas.

Lembre-se:

• medicamentos à base de ácido acetilsalicílico, utilizados como analgésicos, danificam a mucosa gástrica e as paredes do estômago. A ingestão deve ser orientada por um médico;

• o consumo exagerado de álcool é uma das principais causas da gastrite aguda. Além disto, a ingestão de café, de alguns chás (como preto e mate) e de sucos cítricos em jejum aumentam os riscos de desenvolver a doença;

• alimentos muito condimentados também provocam gastrite. Evite exagerar na pimenta, alho, páprica, açafrão e temperos prontos. Os embutidos (salsichas, linguiças, salame, presunto, mortadela, etc.) também devem ser consumidos com muita moderação;

• inclua nas refeições (ou aumente o consumo) de mel, azeite, cheiro verde, aveia, banana, iogurte, sal negro, psyllium, sementes secas de mamão, canela, erva-doce e cardamomo verde, cenoura e água de coco.

Saiba como baixar a febre com essas 3 ervas poderosas

Quando uma pessoa tem febre, uma das principais recomendações é ingerir bastante líquido como sucos, água e chás para que o corpo esteja bem hidratado. Alguns chás, inclusive, podem atuar de forma ainda mais benéfica nas situações de febre, atuando diretamente na redução da temperatura devido às suas propriedades medicinais.

Chá de Alfavaca

A alfavaca tem propriedades que combatem a febre, além de atuar como expectorante, auxiliando, inclusive, no tratamento de resfriados, bronquite e pneumonia.

Para preparar, você vai precisar de:

– 2 colheres de sopa da planta,

que pode conter raízes, folhas, flores e ramos

– 1 litro de água

Em um recipiente, leve a água ao fogo. Quando começar a ferver, desligue e adicione a erva, tampando logo em seguida. Deixe a mistura em infusão por um período de, no máximo, 10 minutos. Em seguida, coe e consuma.

A recomendação de consumo é sempre antes de dormir, pois durante a noite a febre tende a piorar e o corpo, durante o sono, procura trabalhar com mais intensidade no restabelecimento.

Chá de Gengibre

O gengibre é uma excelente forma de baixar a febre, principalmente quando associado ao sabugueiro e à hortelã. O chá estimula a transpiração e a circulação e, com isso, faz com que a febre comece a baixar.

Para preparar, você vai precisar de:

– 250 ml de água

– 1 colher de chá das flores de sabugueiro

– 1 colher de chá de hortelã

Em um recipiente, coloque a água para ferver. Enquanto aguarda, coloque as flores de sabugueiro e as folhas de hortelã em uma xícara e reserve. Quando a água começar a ferver, desligue o fogo e jogue a água sobre as ervas. Tampe a xícara e deixe por aproximadamente 10 minutos, descansando enquanto amorna. Consuma várias vezes ao dia para baixar a febre.

Chá de Macela

A planta conhecida como macela tem propriedades diaforéticas, induzindo a transpiração e, consequentemente, ajudando a regular a temperatura do corpo. Ela atua ainda combatendo as inflamações e não compromete o sistema imunológico.

Para preparar, você vai precisar de:

– 3 colheres de sopa de macela

– 500 ml de água

Coloque a água em um recipiente e leve para ferver. Quando entrar em ebulição, desligue o fogo e adicione a macela. Tampe a mistura e deixe descansar por aproximadamente 20 minutos. Passado esse período, coe e consuma uma xícara de chá.

Chá Benefícios

A Golden Berry fortalece a Próstata, combate Diabetes e previne o Câncer

Golden berry, também conhecida como fisális (Physalis peruviana) é uma fruta silvestre que tem o formato de uma concha delicada, muito parecida com a textura de um papel.

Dentro dessa “concha”, há um fruto redondinho, amarelo e de sabor meio doce, meio azedo.

A golden berry é um membro da família das solanáceas e pode ser considerada uma parente do tomate.

É uma rica fonte de potássio, mineral importante para uma dieta saudável.

Para quem não sabe, a golden berry é natural da América do Sul e está sendo bastante procurada, graças aos benefícios que oferece à nossa saúde.

Regiões andinas, como o Peru e a Colômbia, conhecem o fruto desde o tempo dos incas, que o plantavam no Vale Sagrado.

Foi a partir do século XVIII que a planta começou a ser conhecida pelo mundo.

Os maiores consumidores hoje são a Alemanha e a Inglaterra.

Porém, plantações podem ser encontradas na Colômbia, Equador, Califórnia, Austrália, África do Sul, Quênia, Egito, Índia, Ásia, Caribe, Havaí e até aqui no Brasil.

Se você tiver a oportunidade de sair do país, talvez se depare com outros nomes, como “manto Aguay”, como os peruanos costumam chamar; capulí, comum na Bolívia; uchuva, na Colômbia, cerejas de Judas, na Venezuela…

O nome “golden berry” é inglês, mas é bem conhecido entre os falantes de língua portuguesa, assim como fisális.

As propriedades medicinais da fruta são incríveis.

Veja:

– Excelente fonte de provitamina A, C e do complexo B

– Fornece energia, que é indispensável para as crianças, os atletas e os estudantes

– É rica em proteína e fósforo, que são ótimos para o crescimento, desenvolvimento e funcionamento dos diversos órgãos do corpo

– É diurética e ajuda a eliminar toxinas do corpo

Gostou?

Ela pode ser consumida sozinha ou da forma que cada um quiser.

No Peru e na Colômbia, por exemplo,  é comum acrescentá-la em iogurtes, sorvetes, doces, bolos e licores.

Além do sabor, a frutinha é muito querida por deixar qualquer decoração de comida muito mais elegante.

 

Conheça outros benefícios:

– Purifica o sangue

– Previne a catarata

– Alivia infecções na garganta

– Ajuda a controlar o diabetes

– Fortalece a próstata

– Tem efeito relaxante, graças ao teor de flavonoides

– Combate bactérias e amebas do corpo

– Trata câncer de estômago

– Previne câncer de cólon e intestino

– Alivia sintomas de bronquite

– Acaba com a fadiga mental

– Diminui os níveis de colesterol no sangue

– Promove a cicatrização de feridas.

– Reduz os sintomas da menopausa.

– Combate a constipação

Todos esses benefícios só podem ser desfrutados a partir do consumo da fruta.

Mas é importante saber que o consumo em excesso pode causar dores no estômago, por causa do grau de acidez.

Cura pela Natureza

Como eliminar o catarro dos pulmões de forma natural

A tosse pode ter várias causas: asma, bronquite, alergia, resfriados, doenças da garganta…

É um mal que incomoda bastante, especialmente quando ocorre na hora de dormir, pois atrapalha o sono não só da vítima, mas também dos que estão perto.

O que você faz para combater a tosse?

Passa na farmácia e compra um xaropes que alguém lhe indicou?

Cuidado!

Boa parte desses xaropes tem um monte de contraindicações.

Por isso evite a automedicação.

Recomendamos que busque, sempre que possível, soluções caseiras e naturais.

O xarope que ensinaremos adiante é muito eficaz para tratar tosse, gripe e bronquite.

Ele é rico em substâncias que ajudam a limpar as vias respiratórias, expulsando o muco/catarro.

A receita é superfácil.

INGREDIENTES

8 beterrabas cortadas em rodelas

4 folhas de hortelã-graúda

Algumas rodelas de cebola

1 litro de água

1 colher (sopa) de açúcar mascavo.

MODO DE PREPARO

Cozinhar os ingredientes, à exceção do açúcar.

Coar e pôr de novo no fogo para cozinhar e desta vez acrescentar o açúcar.

COMO USAR

Tomar 1 colher de sopa 3 vezes por dia até melhorar da enfermidade.

Crianças, a partir dos 3 anos, devem tomar metade da dose.

 

Cura pela Natureza

Confira os benefícios de tomar a mistura de mel com alho em jejum por 7 dias

Alho

O alho tem sido um alimento e um medicamento por milhares de anos. Muitas prescrições dos antigos egípcios incluía alho no tratamento de doenças, infecções a fraqueza física. Os gregos antigos o usavam livremente, e os atletas nos Jogos Olímpicos comiam alho para melhorar o seu desempenho. Os romanos os davam a ambos soldados e operários. Alho foi usado de forma limitada na Europa, no entanto. A medicina natural indiana os prescrevem para o reumatismo e para prevenir doenças cardíacas. No Japão e na China desde os tempos antigos é um remédio para pressão arterial elevada.

Mel

O mel tem sido utilizado medicinalmente na maioria das culturas ao longo da história registrada, embora no Ocidente, em meados do século XX fosse descartado em favor de antibióticos. Em anos mais recentes, no entanto, a noção do mel como um artifício medicinal não pasteurizado ganhou destaque. Um dos responsáveis pela descoberta é o sucesso do mel na luta contra as infecções de feridas resistentes aos medicamentos.

Remédio de alho e mel

Ingredientes:

3 cabeças de alho, descascadas e separadas em dentes (cerca de 24 dentes)
Mel para preencher o seu frasco de vidro de sua escolha

Como fazer:

Encha o frasco com dentes de alho e, em seguida, despeje o mel sobre o alho. Deixe a mistura em infusão por 5 dias antes de usar e guarde na geladeira onde você pode manter por um ano ou mais.

Você pode usar esse mel de alho para:

-resfriados
-febres
-tosses
-infecções
-cortes e arranhões

Dose

Meia colher de chá por dia com o estômago vazio como um tônico ou preventivo. Para infecções agudas, tomar metade de uma colher até seis vezes por dia.

Quanto ao porquê você deve tomar com o estômago vazio, é muito simples: Quando o estômago está sobrecarregado com alimentos, pode ser mais difícil para o seu corpo processar e absorver todos os nutrientes que o alimento tem para oferecer.

Como fazer um tônico de alho contra gripe:

1 parte fresca alho picado
1 parte de cebola fresca picada
1 parte de gengibre ralado
1 parte de rábano ralado
1 parte pimentas caiena fresca picada ou quaisquer pimentas disponíveis
1 parte de vinagre de maçã

Instruções:

Encha um frasco de vidro com partes iguais em volume das ervas picadas e raladas. Use luvas quando cortar as pimentas. Preencha jarro até o topo com o vinagre de maça. Feche a tampa firmemente e agite. Agite pelo menos uma vez por dia durante duas semanas, e depois filtre a mistura com um pano limpo e passe pra uma garrafa.

NOTA: Certifique-se de que quando você fizer essa tônica que você agitá-lo antes de tomar, no mínimo uma vez por dia. Lembre-se que todas as ervas e legumes para o tônico deve ser frescas.

Site do Bem

Confira os benefícios do Chá de Hibisco para definição muscular

hibisco

O chá de hibisco é incrível! Conheça os benefícios, fique traçado e sem retenção!

O Chá de Hibisco é pra quem tem determinação e sabe o quanto é esforçada a vida de quem pega pesado…

 O gosto é ruim na proporção dos benefícios desse chá maravilhoso. Se você tem alguma preocupação com retenção de líquidos, essa é a escolha para você. Ah, no final do post tem uma dica pra te salvar, caso não goste do sabor!

Muitas vezes nos deparamos com aquela gordura que parece não sumir de forma alguma e não entendemos o motivo. Talvez, a gordura nada é mais que o líquido retido.

Um dos aliados para combater essa retenção, além de uma boa hidratação é o uso do famoso Chá de Hibisco.

Mas, você pergunta… Isso funciona? Um chá?! Eu digo e repito para todo mundo que pergunta o segredo de uma definição: Sim!!! Funciona e muito! O que não podemos esperar é mágica. Uma boa alimentação, com sódio reduzido e todos os diversos cuidados é essencial. Porém, esse aditivo pode fazer uma grande diferença.

Eu, antes do chá, tinha uma definição corporal um pouco reduzida pela retenção, o que mudou bastante depois que comecei a beber o mesmo.

A quantidade que eu recomendo e que é o máximo que um ser-humano normal consegue suportar é a de 2 copos cheios (ou seja, uns 600ml no total).

O modo de preparo é simples!

hibisco

São duas colheres de sopa para 1L de água. Portanto, faça assim caso beba em dois ou diminua ambas as quantidades.

A água deve estar quase fervendo. Coloque as flores de hibisco em um recipiente e despeje a água lá. Cubra com um pano por 10 minutos para que ocorra a infusão, espere esfriar (bebo frio!), passe na peneira e tá pronto o seu chá.

E os outros benefícios?

Ficar bonito é importante, claro que é! Mas saiba que o Chá de Hibisco, além de auxiliar na definição e tudo mais, é cheio dos nutrientes. Um dos principais dele é a Vitamina C, junto do Ferro, Vitamina B1, B2 e A. Mais completo do que imaginavam, né?

Como posso tomar esse chá sem a amargura?

Tem quem goste, e tem a maioria. A maioria muitas vezes não sabe que um suco misturado no Chá de Hibisco ANULA seu gosto. Siiiim. Dica infalível e importantíssima. Eu coloco na proporção: 4/5 do Chá e 1/5 do suco. Funciona, fica super tranquilo de tomar e desde que aprendi nunca mais reclamei do gosto. Só testar e aprovar! 😉

Texto originalmente postado no blog More of Moro

 

Confira 20 benefícios do consumo diário do Gengibre

gengibre

Não importa como o Gengibre vai ser consumido, chá, na salada ou nos sucos, ele fará muito bem a você.

Quer ver?

Aqui estão 20 motivos para consumir gengibre todos os dias:

1.Combate e previne câncer

Se você usar o gengibre em suas refeições diárias, pode ter certeza de que ele vai estar construindo uma proteção natural contra o câncer, é o que dizem diversas pesquisas.

2. Elimina dor

O gengibre é um analgésico natural, capaz  de aliviar dores.

Basta uma xícara de chá ainda em jejum.

3. Acaba com o enjoo

Qualquer incômodo causado por movimentos bruscos, como o enjoo, pode ser combatido com um pouco de gengibre.

4. Ajuda o organismo a absorver nutrientes

Se você está tentando entrar em forma, saiba que essa raiz pode ajudar seu corpo a absorver melhor os suplementos.

5. Combate a sinusite

O gengibre ajuda a limpar os seios paranasais.

É uma ótima alternativa natural a outros medicamentos.

Ele vai tornar fluida a secreção e desobstruir os seios paranasais.

Beba o chá de gengibre várias vezes por dia.

6. Combate náuseas da gravidez

Gengibre pode ser de grande ajuda se você estiver grávida e tiver problemas com enjoos e náseas.

Beber uma xícara de chá de gengibre pode controlar o problema.

Mas antes converse com seu médico, certo?

7. Ajuda o intestino irritado

Às vezes, o intestino fica irritado e todo o aparelho digestivo sofre.

Você pode consumir.neste caso, o gengibre como suplemento, chá ou pílula – o que importa mesmo é desfrutar das propriedades terapêuticas da raiz.

8. Previne Alzheimer

Ogengibre também pode evitar a perda de células cerebrais, que é um sinal de Alzheimer.

Caso tenha históricos desse mal na família, comece a consumir a raiz o quanto antes.

9. Aumenta o apetite

Se você anda sem vontade de se alimentar, pode contar com o gengibre, pois ele estimula a fome.

10. Combate a azia

O gengibre tende a agir contra a acidez, acabando com azia, sem deixar efeitos colaterais, como muitos remédios fazem.

11. Resolve problema de gases

Se você anda sofrendo com gases, beba uma xícara de chá de gengibre antes de dormir – pois o efeito é potencializado durante a noite.

12. Estabiliza o nível de açúcar no sangue

Algumas vezes, o nível de açúcar é instável, o que é prejudicial à saúde.

Com a quantidade certa de glicose no corpo, podemos ficar em forma e com energia ao longo do dia.

13. Diminui inflamação da artrite

Este é outro benefício do gengibre – combate a inflamação das articulações.

Tudo o que você precisa é tomar o chá ao longo do dia.

14. Alivia sintomas de asma

Não cura a asma, mas reduz os sintomas, o que já é grande coisa, não é?

15. Ajuda a perder peso

Esta a maioria já sabe.

O gengibre ajuda a reduzir o acúmulo de gordura.

16. Melhora a circulação

Ogengibre abre os poros e melhora a circulação geral do corpo.

17. Revitaliza os músculos cansados

Com a correria do dia, é provável que os músculos fiquem cansados e doloridos.

O gengibre ajuda a recuperar a energia e queimar mais calorias, o que é ótimo se você está tentando perder peso.

18. Aumenta o desejo sexual

Se melhora a circulação sanguínea, também melhora o desejo sexual.

Isso serve para ambos os sexos.

Coloque gengibre nas principais refeições do dia.

19. Melhora o hálito

O gengibre melhora o hálito.

Beber chá de gengibre é uma boa escolha depois de consumir alho ou cebola.

20. Combate gripes e resfriados

Se você ficar gripado ou resfriado, o chá de gengibre pode ajudar no processo de cura.

Ele vai melhorar a imunidade, facilitando a recuperação.

COMO FAZER O CHÁ

O chá de gengibre é muito fácil fazer: basta colocar alguns pedaços da raiz em água fervente e, se desejar, acrescentar um pouco de limão.

Importante!

Algumas pessoas não podem consumir gengibre.

Cura pela Natureza

O vinagre de maçã é uma verdadeira farmácia natural

O vinagre de maçã é uma verdadeira farmácia natural!

  • Para começar, ele é um poderoso alcalinizante do sangue, melhorando a nossa saúde como um todo.
  • Ele “derrete” todo tipo de gordura, normaliza a pressão arterial e acaba com vermes.
  • É também um grande aliado para quem deseja emagrecer.
  • Além disso, controla o desejo compulsivo por alimentos.

Lave o seu cabelo com um copo contendo metade de água e metade de vinagre.
Faça isso no fim da lavagem, depois do shampoo.
Sabe qual será o resultado: cabelos mais resistentes e brilhantes!
O vinagre de maçã é sem dúvida um maravilhoso produto natural.

Veja outros benefícios do vinagre de maçã:

1. Alivia a dor de garganta

  • Faça gargarejo com uma xícara de água morna e um quarto de xícara de vinagre de maçã.
  • isso vai ajudá-lo a lutar contra germes e bactérias, que são responsáveis pela dor de garganta.

2. Reduz a azia

  • Tome uma colher (chá) de vinagre de maçã diluído em um pouco de água.
  • Este é um ótimo substituto para os anti-ácidos.

3. Desentope nariz

  • Se você tem congestão nasal, experimente consumir um copo de água com uma colher (chá) de vinagre de maçã.
  • Tome logo no início do processo
  • Isto ajudará a eliminar a congestão nasal.

4. Combate caspa

  • O vinagre de maçã é excelente para o tratamento da caspa.
  • Além disso, fortalece o cabelo e dá brilho e maciez.
  • Para fazer este tratamento, misture um quarto de xícara de vinagre com um quarto de xícara de água.
  • Lave o cabelo normalmente e, em seguida, aplique esta mistura no seu cabelo com uma suave massagem no couro cabeludo.
  • Deixe agir por 15 minutos e logo depois retire com bastante água.
  • O resultado é maravilhoso: a caspa desaparece imediatamente e os cabelos ficam com uma aparência incrível.

5. Elimina chulé

  • Se você sofre com o mau cheiro toda vez que tira os sapatos – o popular “chulé” – coloque os pés em uma bacia com um pouco de vinagre.
  • O vinagre acaba com fungos e bactérias que causam mau odor.
  • Logo, adeus chulé!

6. Melhora a digestão

  • Se você sofre de problemas no sistema digestivo, recomendamos um copo de água com um pouco de vinagre de maçã antes de cada refeição.
  • Isso vai melhorar a digestão, impedindo o seu estômago inchar e encher de gases.

7. Combate artrite e dores nas articulações

  • Adicione um pouco de vinagre de maçã numa bacia com 6 xícaras de água.
  • Feito isso, mergulhe os pés na bacia por algum tempo.
  • Se o problema não for nos pés, basta molhar uma toalha (várias vezes) com a mistura e deixá-la sobre a região afetada.

8. Purifica o ar

  • Você pode remover os maus odores em sua casa com vinagre de maçã.
  • Prepare uma solução de vinagre com água (meio a meio), coloque em um frasco de spray e pulverize sua casa.
  • Rapidamente você vai notar a diferença no ar de sua casa.

Importante!
Use um vinagre de maça de boa qualidade e de preferência orgânico (vende-se em lojas de produtos naturais).

[in:curapelanatureza.com]