Chá de Quebra Pedra

quebra-pedra

 

Quebra Pedra é o nome popular de uma planta, cientificamente chamada Phyllanthus. Esta erva apresenta uma extrema capacidade de adaptação, podendo suportar locais muito adversos, na maioria das vezes com baixo nível de umidade e nutrientes.

É comum se alastrarem nas rachaduras e frestas dos muros e calçadas: quem observa pode pensar, que foram elas que provocaram as rachaduras para poder brotar. É justamente por essa característica que surgiu o nome popular “quebra-pedra” (em espanhol, é conhecida como “chanca piedra”).

A medicina popular brasileira utiliza esta planta como auxiliar no tratamento de problemas relacionados ao aparelho urinário e também no combate a problemas estomacais.

O nome Phyllanthus vem do grego phyllon (folha) e anthos (flor), em referência às flores produzidas em ramos que se assemelham a folhas compostas. A maior parte do gênero é de origem paleotropical, com cerca de 200 espécies distribuídas pelas Américas, principalmente Brasil e Caribe. Cerca de onze espécies atingem latitudes temperadas, mas não são encontradas na Europa e na costa pacífica do continente americano. No Brasil, as espécies mais conhecidas e chamadas popularmente de quebra-pedra ou erva-pombinha são as Phyllanthus niruri L.,Phyllanthus amarus Schum. & Thonn e Phyllanthus tenellus Roxb. Müll. Arg., reconhecidas popularmente por suas propriedades diuréticas.

A espécie de Quebra Pedra mais facilmente encontrada no Brasil – e também a mais utilizada – é a Phyllanthus niruri. O uso praticamente se restringe à medicina popular, uma vez que quase não são vistas espécies deste gênero utilizadas como ornamentais.

 

CHÁ DE QUEBRA PEDRA

Chá de Quebra Pedra

O chá de quebra-pedra, receita passada de mãe para filha e divulgado popularmente para combater os doloridos cálculos renais, ganha comprovação científica. Mas é importante ressaltar que não funciona exatamente como prega a crença popular, quebrando as pedras dos rins. O chá de quebra pedra não quebra e nem dissolve pedra nos rins, apenas ajuda a evitar que os cálculos se formem. Pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) estudaram a Phyllantus Niruri, nome científico da planta da qual é feito o chá, e chegaram a conclusão de que realmente se trata de um chá muito eficaz para evitar a formação de pedra nos rins, mas não para eliminá-la depois de formada.

Cha de Quebra Pedra

Fica evidenciado que uma das formas de se evitar a formação de pedra nos rins é o uso do chá de quebra pedra, o qual, não serve para o tratamento de cálculos renais já formados, mas quando utilizado regularmente, pode impedir a formação de novos cálculos renais.

Resumo: O chá de quebra pedra pode ser útil para evitar a formação de cálculo renal, mas não serve para quebrar e nem eliminar as pedras quando já estão formadas.

fonte: http://www.calculorenal.org/cha-de-quebra-pedra.htm