Confira 20 benefícios do consumo diário do Gengibre

gengibre

Não importa como o Gengibre vai ser consumido, chá, na salada ou nos sucos, ele fará muito bem a você.

Quer ver?

Aqui estão 20 motivos para consumir gengibre todos os dias:

1.Combate e previne câncer

Se você usar o gengibre em suas refeições diárias, pode ter certeza de que ele vai estar construindo uma proteção natural contra o câncer, é o que dizem diversas pesquisas.

2. Elimina dor

O gengibre é um analgésico natural, capaz  de aliviar dores.

Basta uma xícara de chá ainda em jejum.

3. Acaba com o enjoo

Qualquer incômodo causado por movimentos bruscos, como o enjoo, pode ser combatido com um pouco de gengibre.

4. Ajuda o organismo a absorver nutrientes

Se você está tentando entrar em forma, saiba que essa raiz pode ajudar seu corpo a absorver melhor os suplementos.

5. Combate a sinusite

O gengibre ajuda a limpar os seios paranasais.

É uma ótima alternativa natural a outros medicamentos.

Ele vai tornar fluida a secreção e desobstruir os seios paranasais.

Beba o chá de gengibre várias vezes por dia.

6. Combate náuseas da gravidez

Gengibre pode ser de grande ajuda se você estiver grávida e tiver problemas com enjoos e náseas.

Beber uma xícara de chá de gengibre pode controlar o problema.

Mas antes converse com seu médico, certo?

7. Ajuda o intestino irritado

Às vezes, o intestino fica irritado e todo o aparelho digestivo sofre.

Você pode consumir.neste caso, o gengibre como suplemento, chá ou pílula – o que importa mesmo é desfrutar das propriedades terapêuticas da raiz.

8. Previne Alzheimer

Ogengibre também pode evitar a perda de células cerebrais, que é um sinal de Alzheimer.

Caso tenha históricos desse mal na família, comece a consumir a raiz o quanto antes.

9. Aumenta o apetite

Se você anda sem vontade de se alimentar, pode contar com o gengibre, pois ele estimula a fome.

10. Combate a azia

O gengibre tende a agir contra a acidez, acabando com azia, sem deixar efeitos colaterais, como muitos remédios fazem.

11. Resolve problema de gases

Se você anda sofrendo com gases, beba uma xícara de chá de gengibre antes de dormir – pois o efeito é potencializado durante a noite.

12. Estabiliza o nível de açúcar no sangue

Algumas vezes, o nível de açúcar é instável, o que é prejudicial à saúde.

Com a quantidade certa de glicose no corpo, podemos ficar em forma e com energia ao longo do dia.

13. Diminui inflamação da artrite

Este é outro benefício do gengibre – combate a inflamação das articulações.

Tudo o que você precisa é tomar o chá ao longo do dia.

14. Alivia sintomas de asma

Não cura a asma, mas reduz os sintomas, o que já é grande coisa, não é?

15. Ajuda a perder peso

Esta a maioria já sabe.

O gengibre ajuda a reduzir o acúmulo de gordura.

16. Melhora a circulação

Ogengibre abre os poros e melhora a circulação geral do corpo.

17. Revitaliza os músculos cansados

Com a correria do dia, é provável que os músculos fiquem cansados e doloridos.

O gengibre ajuda a recuperar a energia e queimar mais calorias, o que é ótimo se você está tentando perder peso.

18. Aumenta o desejo sexual

Se melhora a circulação sanguínea, também melhora o desejo sexual.

Isso serve para ambos os sexos.

Coloque gengibre nas principais refeições do dia.

19. Melhora o hálito

O gengibre melhora o hálito.

Beber chá de gengibre é uma boa escolha depois de consumir alho ou cebola.

20. Combate gripes e resfriados

Se você ficar gripado ou resfriado, o chá de gengibre pode ajudar no processo de cura.

Ele vai melhorar a imunidade, facilitando a recuperação.

COMO FAZER O CHÁ

O chá de gengibre é muito fácil fazer: basta colocar alguns pedaços da raiz em água fervente e, se desejar, acrescentar um pouco de limão.

Importante!

Algumas pessoas não podem consumir gengibre.

Cura pela Natureza

Chá de Malva

 

Família: Malváceas

Outros nomes: Malva-grande, malva verde, malva de botica.

Uso Medicinal: As folhas e flores da malva são béquicas, calmantes, emolientes.

As raízes também são emolientes.

A malva é um excelente remédio para curar os catarros de qualquer espécie.

Em gargarejos ou inalações, dá bom resultado nas enfermidades da garganta e ouvido.

Em fomentações, a infusão das folhas e flores é indicada contra as inflamações externas.

A malva substitui a altéia em todas as suas aplicações.

Parte usada: F;olhas, flores e raízes.

Dose: Folhas e raízes, normal. Flores 10 gramas para 1 litro de agua; 4 a 5 xícaras por dia. Para uso externo, adota-se dose dobrada. Em compressas aplica-se a infusão desta planta sobre abcessos, furúnculos, etc.

 

Chá de Cainca

cipo-cruz

Família: Rubiáceas.

Outros nomes: Caninana, raiz preta, raiz fedorenta, cipó cruz, purga preta (Minas).

Uso medicinal: “A infusão das cascas da raiz, muito amarga e acre, é diurética, purgativa, emenagoga, anti-hidrópica; usada contra a hipoemia intertropical. Os índios empregam a casca da raiz contusa na água contra o veneno das cobras. Tóxico em alta dose.” – Arvores e Plantas Úteis, pág. 146, de Paul Le Cointe.

“O caboclo emprega o seu extrato, convicto de que serve para neutralizar o veneno ofídico e faz decoctos das suas raízes para outras mazelas.” _Plantas e Substâncias Vegetais Tóxicas e medicinais, pág. 275, de F. C. Hoehne.

Usa-se também para os seguintes casos: Albuminúria, angina, anúria, blenorragia, bronquite, hidrofobia, laringite, mordeduras de animais venenosos, prisão de ventre, reumatismo, sífilis.

Parte usada: Raiz, por decocção.

Dose: 10 gramas em 1 litro de água; duas ou três xícaras por dia.

Chá de Caferana

Chá de Caferana

Família: Gencianáceas

Outros nomes: Jacaré-aru, jacaruaru, quássia do pará.

Uso medicinal: É uma planta empregada no norte do País para combater as febres, inclusive as intermitentes.

Parte usada: Toda a planta.

Dose: Normal

Chá de Caapeba

capeba

Família: Menispermáceas.

Outros nomes: Cipó de cobra, erva de nossa senhora, parreira brava, pani.

Uso medicinal: Usa-se para dispepsia e afecções das vias urinárias e asma.

De há muito tempo vem sendo indicado, igualmente, como diurético e diaforético, tendo aplicação, além disso, nas febres intermitentes.

Em alguns lugares também se emprega contra picadas de cobra.

Parte usada: Raiz, por decocção.

Dose: 10 gramas para 1 litro de água; 3 xícaras por dia.

Chá de bolsa de pastor

Capsella-bursa-pastoris

Família: Crucíferas.

Uso Medicinal: Esta planta é um poderoso adstringente. É indicada nos casos de vômitos e escarros de sangue, disenterias, regras abundantes, hemorragia nasal, hemorragia uterina. Para esses fins, usam-se 20 a 30 gramas de folhas ou raízes para 1 litro de agua, por infusão.

O suco fresco dessa planta, tomado em jejum, 30 gramas em um copo de água, é bom para combater  blenorragia. Na falta da planta fresca, pode-se usar, para o mesmo fim, a planta seca, na dose de 100 gramas para 1 litro de água. Toma-se em jejum.

Aplica-se o suco fresco da planta, topicamente, para curar a supuração dos ouvidos.

A planta fresca, machucada, aplicada em forma de cataplasma, sobre partes doloridas e inflamadas, alivia a dor e a inflamação.

Em gargarejos, na dose de 30 gramas para 1 litro de água, usa-se para curar inflamações na garganta.

Parte usada: Folhas e raízes.

Chá de Batata de Purga

Batata de Purga

Família: Convolvuláceas.

Outros nomes: Jalapa (São Paulo), raiz de juticuçu, mechoacã, mechoacão do peru, briona da americ, flor de quatro horas, ruibarbo branco.

Uso medicinal: É uma planta útil como depurativa nas moléstias da pele. É também purgativa. Na dose de 5 a 6 gramas de raiz para um copo de agua, age como laxativo; De 10 a 12 gramas, purgativo, 20 a 22 gramas drástico. Prepara-se um chá que se toma de uma vez.

Emprega-se também nas irregularidades menstruais e na hemorragia nasal.

Outro uso que ela tem é no combate a enterite nas crianças e, pelos princípios ativos, previne a meningite.

Parte usada: A raiz, por decocção.

Dose: Não convém ultrapassar a quantidade máxima indicada, por que a batata de purga, em alta dose, é venenosa.

Confira os benefícios do Chá de Bardana

chá de bardana

bardana

Família: Compostas.

Outro nome: Pega massa.

Uso medicinal: É depurativa, diaforética e diurética.

Usa-se para abcessos, afecções da pele, bronquite, catarros do estômago e dos intestinos, cálculos nefríticos, cálculos biliários, cálculos da bexiga, cólicas nefríticas, cólicas hepáticas, comichão, debilidade do estômago, dispepsia, enfermidades cardíacas, enfermidades do fígado, escrófulas, eczemas, feridas, furúnculos, gastrite, gota, hidropisia, herpes, prisão de ventre, queda de cabelo, reumatismo, sarna, tumores, tinha.

Aplica-se também, topicamente, em forma de compressas, sobre partes doloridas, por contusão, reumatismo, etc.

A raiz da bardana, usada como chá, em dose mais forte que a regular, age como antídoto em caso de envenenamento pelo mercúrio.

Parte usada: Folhas, flores e raízes

Dose: Normal.

Chá de Artemísia

artemisia

 

Família: Compostas

Outros nomes: Artemigem

Uso medicinal: A artemísia tem muitas aplicações na medicina doméstica.

Emprega-se para: anemia, cólicas, coréia (dança de são guido), debilidade do estômago, diarréia, enterite, epilepsia, flatulências, gastrite, hidropisia, icterícia, lombrigas, menstruação deficiente, mucosilidades, nervosismo, nevralgia, reumatismo.

Em casos de dores reumáticas, fazem-se fricções com o sumo dessa erva, sobre as partes doloridas. Podem para os mesmos fins, aplicar-se também compressas  quentes ou cataplasmas com o cozimento de artemísia.

Não é recomendada para mulheres que estão amamentando.

Parte usada: Folhas, flores e raízes.

Dose: 15 gramas em 1 litro de água. Duas a quatro xícaras de chá por dia.

Chá de Aperta Ruão

Aperta Ruão

Família: Piperáceas.

Outros nomes: Tapa buraco, jaborandi falso, pimenta do fruto ganchoso.

Uso Medicinal: O aperta ruão é adstringente. Os frutos são diuréticos e resolutivos.

Em banhos usam-se as sementes no tratamento das feridas.

As folhas, em banhos demorados, têm sido usadas nos casos de queda do útero.

Com as folhas prepara-se um chá, acrescentando-se uma colherzinha de pó das mesmas folhas.

Dose: Normal.

O mesmo chá é também indicado contra diarréias. Nos casos mais rebeldes, fazem-se lavagens intestinais com o chá, acrescentando-se uma colherzinha de pó das mesmas folhas.

Também nas moléstias do fígado e na blenorragia esta chá presta bom serviço.

Em casos de mau hálito, mastigam-se folhas, cascas ou raízes para perfumar a boca.