Confira os benefícios do Chá de Hibisco para definição muscular

hibisco

O chá de hibisco é incrível! Conheça os benefícios, fique traçado e sem retenção!

O Chá de Hibisco é pra quem tem determinação e sabe o quanto é esforçada a vida de quem pega pesado…

 O gosto é ruim na proporção dos benefícios desse chá maravilhoso. Se você tem alguma preocupação com retenção de líquidos, essa é a escolha para você. Ah, no final do post tem uma dica pra te salvar, caso não goste do sabor!

Muitas vezes nos deparamos com aquela gordura que parece não sumir de forma alguma e não entendemos o motivo. Talvez, a gordura nada é mais que o líquido retido.

Um dos aliados para combater essa retenção, além de uma boa hidratação é o uso do famoso Chá de Hibisco.

Mas, você pergunta… Isso funciona? Um chá?! Eu digo e repito para todo mundo que pergunta o segredo de uma definição: Sim!!! Funciona e muito! O que não podemos esperar é mágica. Uma boa alimentação, com sódio reduzido e todos os diversos cuidados é essencial. Porém, esse aditivo pode fazer uma grande diferença.

Eu, antes do chá, tinha uma definição corporal um pouco reduzida pela retenção, o que mudou bastante depois que comecei a beber o mesmo.

A quantidade que eu recomendo e que é o máximo que um ser-humano normal consegue suportar é a de 2 copos cheios (ou seja, uns 600ml no total).

O modo de preparo é simples!

hibisco

São duas colheres de sopa para 1L de água. Portanto, faça assim caso beba em dois ou diminua ambas as quantidades.

A água deve estar quase fervendo. Coloque as flores de hibisco em um recipiente e despeje a água lá. Cubra com um pano por 10 minutos para que ocorra a infusão, espere esfriar (bebo frio!), passe na peneira e tá pronto o seu chá.

E os outros benefícios?

Ficar bonito é importante, claro que é! Mas saiba que o Chá de Hibisco, além de auxiliar na definição e tudo mais, é cheio dos nutrientes. Um dos principais dele é a Vitamina C, junto do Ferro, Vitamina B1, B2 e A. Mais completo do que imaginavam, né?

Como posso tomar esse chá sem a amargura?

Tem quem goste, e tem a maioria. A maioria muitas vezes não sabe que um suco misturado no Chá de Hibisco ANULA seu gosto. Siiiim. Dica infalível e importantíssima. Eu coloco na proporção: 4/5 do Chá e 1/5 do suco. Funciona, fica super tranquilo de tomar e desde que aprendi nunca mais reclamei do gosto. Só testar e aprovar! 😉

Texto originalmente postado no blog More of Moro

 

Veja o que fazer para tratar picadas de insetos

Durante o verão, as picadas de insetos mais frequentes são de vespas e abelhas, que cravam seus ferrões carregados de um leve veneno. Se não são tão numerosas, não causam danos e apenas provocam inchação e forte localizada. Mas não podemos nos esquecer das picadas de mosquitos que, embora não sejam tão dolorosas, causam muita coceira e são bastante incômodas. Apesar de afetar todo mundo, especialmente àqueles  que passam sua férias na natureza, devem-se tomar extremas precauções para tratar as picadas de insetos e saber como agir caso ocorram.

Por que faz bem tratar as picadas de insetos com calêndulas?

A calêndula é uma ótima opção para tratar as picadas de insetos, pois no uso externo, apresenta uma potente ação anti-inflamatória, antisséptica, antibiótica e cicatrizante. Por esse motivo, revela-se como um recurso herbário eficaz para proteger a pele em caso  de picadas de insetos, para neutralizar o avanço da infecção, reduzir a inflamação resultante e com a finalidade de aliviar o incômodo daqueles que sofrem com isso.

 

Além da calêndula servir para tratar as picadas de insetos, serve para outros usos?

Esta planta de belas flores amarelas é, na realidade, um dos remédios mais úteis que a natureza oferece para tratar as picadas de insetos e curar vários problemas de pele. Portanto, é indicada também para queimaduras solares leves, escaldaduras por acidentes na cozinha, contusões, golpes e para o tratamento de eczemas, furúnculos e grânulos. Acelera a cicatrização da ferida e estimula a regeneração celular.

Calendula-Oil

Como se utiliza a calêndula para tratar as picadas de insetos?

Aplica-se a maceração dos capítulos florais (associados à lavanda, se desejar) em lavagens, ou compressas sobre a região afetada, bem como a tintura diluída em água  como uma loção aplicada em fricções ou massagem. Pode-se também utilizar o oleato (óleo de calêndula) para tratar as picadas de insetos entre outras, de novo como uma loção e em cremes ou pomadas que o levem como ingrediente principal.

Para tratar as picadas de insetos não esqueça de:

Após a picada de um inseto, a pele inflama e fica irritada, por isso é recomendável lavar bem a região com água fria e um sabonete suave e depois aplicar um tratamento natural. Isso terá uma grande eficácia na redução do inchaço e na sensação de queimadura após a picada.

Propriedades da calêndula

As propriedades da calêndula incluem sua ação adstringente, analgésica, antiabortiva, anti-inflamatória, antifúngica, calmante, cicatrizante, antialérgica, antifúngica, antiviral, reguladora da menstruação, tonificante da pele e bactericida.

Modo de uso da calêndula

As partes usadas da calêndula são suas folhas, flores e caules para fazer chá, infusão, banhos, pomada, cataplasma e tinturas.

  • Infusão de calêndula: colocar 2 colheres de sopa das flores da calêndula em 1 xícara de chá de água fervente e deixar descansar por 5 minutos. Depois coar e beber 1/2 xícara de manhã e meia xícara à noite.
  • Cataplasma de calêndula: Amassar folhas e flores da calêndula em um pano limpo (gaze) e pôr em cima da ferida ou acne, deixando atuar durante 30 minutos.

Efeitos colaterais da calêndula

Não estão descritos efeitos colaterais da calêndula.

Contraindicações da calêndula

A calêndula está contraindicada durante a gravidez.

Indicações

Infecções da pele Tanto no uso tópico como no interno, a calêndula tem propriedades anti-sépticas, depurativas e desintoxicantes e diversas utilizações potenciais. Em loção, creme ou pomada, acelera a cicatrização e combate a infecção, em problemas tão diversos como pequenas queimaduras e escaldões solares, picadas de insectos, borbulhas inflamadas e pustulentas, mastite, cortes e escoriações, erupções com inflamação, hemorróidas c varizes.

Distúbios digestivos
Ingerida (de preferência, em infusão), a calêndula ajuda a curar problemas aparelho digestivo, incluindo úlcera péptica e gastrite. Devido, em parte, à sua ação antifúngica, ajuda a recuperar de infecções gastrointestinais, sobretudo quando associadas a disbiose intestinal e candidíase, e a tratar problemas como acne, infecções na garganta e mastite. Em infusão, conjuga-se bem com ervas como amor-de-hortelão (Galiumapariné), trevo-dos-prados (Trifoliumpraense) e camomila (Chãmomilla reculitd).

Principios Ativos : óleo essencial rico em carotenóides (caroteno, calendulina, licopina), saponinas, flavonóides, cumarinas, resinas e mucilagens. e princípios amargos.

Modo de Usar :

Pomada e tintura – feita com folhas e flores. Usar sobre as partes afetadas 3 a 4 vezes ao dia. A tintura , diluida com água ou fervida, pod eser aplicada diretamente em ferimentos diversos, exercendo excelente ação cicatrizante.

Infusão – 2 colheres de sopa de flores em 1/2 litro de água ou duas colheres de sopa , toma-se 1 xícara de chá antes da refeição principal.

Cataplasma – folhas e flores tenras, socadas e empastadas sobre um pano limpo.

Afecções hepáticas; menstruação dolorosa e insuficiente : em 1 xícara de chá, coloque uma colher de sobremesa de flores e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara d e chá, 2 vezes ao dia, antes das principais refeições. No caso de menstruação dolorosa ou insuficiente, comece o tratamento 10 dias antes do início da menstruação.

Fonte: Remédio da Terra

Como tratar contusões com a Arnica

Arnica montana

Com uma contusão, a pele não sofre lesão enquanto não se rompe como ocorre com as feridas, mas o que faz isso são os tecidos subjacentes. Gera dor, inchaço e a região afetada adquire uma coloração escura que, em questão de horas, torna-se roxa. As contusões não têm maior importância desde que o golpe não tenha sido muito violento. Durante as viagens e, sobretudo, com as crianças da casa, sempre ocorrem golpes ou contusões inesperadas que provocam dor ou surgimento de hematoma. Nesses casos, sempre que conveniente, recorrer à arnica para tratar contusões, cuja aplicação rápida gera alívio imediato.

Tratamento da arnica para tratar contusões, não esqueça de:

* Após sofrer uma pancada, é importante uma aplicação fria no local mediante compressas com água fria, bolsas de gelo ou cubinhos.

* Não se deve usar o gelo diretamente sobre a pele e nem deve aplicar durante um tempo prolongado porque pode produzir queimaduras causadas pelo frio.

* Além disso, é importante que se mantenha a região lesionada em repouso, como também a administração de uma pomada ou gel anti-inflamado. Contusões muito severas ou múltiplas devem ser avaliadas por um médico.

contusao-dor

Como se utiliza arnica para tratar contusões?

A arnica é apresentada em forma pulverizada, tintura e óleo de arnica, os quais podem ser usados para elaborar bálsamos, cataplasmas ou pomadas, que são aplicados três vezes ao dia na região contundida. Também pode ser encontrada como extrato fluido e a planta seca e triturada já pronta para elaborar infusões. De fato, podemos  preparar um remédio eficaz com arnica para combater contusões que leva apenas 2 colheres de sopa da planta fresca ou seca de arnica, macerada em azeite de oliva durante duas ou três semanas. Depois, com o auxílio de uma bolsa de gelatina, filtre e guarde dentro de uma garrafa de vidro translúcido. Com essa fórmula, pode-se massagear suavemente a região afetada de 2 a 3 vezes por dia. É ideal para reduzir a dor e o inchaço provocados pela contusão.

Propriedades medicinais

Veja a lista com alguns benefícios:

  • Além de agir como anti-inflamatório, também é analgésica e antisséptica;
  • Combate hemorragias;
  • Ajuda na cicatrização de ferimentos superficiais;
  • Melhora as dores musculares;
  • Ameniza varizes.

Boa parte dessas propriedades se deve à presença dos flavonoides que podem ser encontrados em diferentes partes da planta. Essas substâncias têm várias funções importantes em nosso organismo e, por isso, estão relacionadas ao tratamento de doenças.

Receitas

É muito comum encontrarmos a arnica como componente de pomadas, cremes e outros produtos de uso externo. Para preparar a pomada em casa, basta misturar o extrato de arnica com uma porção de vaselina e utilizar sobre a pele. Outra opção de tratamento é a compressa, feita com a infusão da erva.

Pomada de arnica para tratar contusões

A pomada, que é usada desde a antiguidade, é feita do extrato de flores verdes, e é vendida em farmácias e lojas de produtos naturais. Seu uso é externo e é indicado para problemas como: contusão, hematomas, dores musculares, artrite e artrose e traumatismos. É importante que a pomada seja aplicada ao menos três vezes ao dia no local afetado, acompanhada de uma leve massagem para potencializar seus efeitos.

Chá de arnica para tratar contusões 

O chá, que é feito com as flores, é utilizado como compressa para contusões, reumatismo, dores de cabeça e no alívio de inchaços sendo bastante benéfico para problemas de circulação. É importante destacar que o mesmo deve ser usado externamente, pois a planta possui substâncias que podem provocar vômitos, dores abdominais e aumento da pressão arterial.

Gel de arnica para tratar contusões

O gel de arnica tem função bastante similar à pomada, contudo possui textura diferente e é feito a partir de um extrato concentrado natural da planta. Usado para dores diversas, traumas musculares, hematomas e torções. Pode ser encontrado em farmácias e lojas de produtos naturais.

Cuidados e Precauções

Diferentemente de outras ervas medicinais, a arnica não pode ser ingerida. Seu uso deve ser tópico, ou seja, em partes externas do corpo. Além disso, produtos a base de arnica não devem ser aplicados em feridas abertas ou regiões com mucosas. Existem ainda alguns casos de alergia e dermatite de contato causada pela planta. Dessa forma, é importante seguir as recomendações e não usar a arnica como tratamento sem o acompanhamento de um profissional.

Leia mais sobre em Remédio da Terra

Confira 10 benefícios do Couve-Flor

couve-flor

A couve-flor é um vegetal da família das brassicáceas ou crucíferas, a mesma do brócolis. O vegetal merece estar sempre presente na dieta pois possui uma grande quantidade de nutrientes, como vitamina C, manganês, vitaminas B5, B6, folato (B9) e vitamina K. A couve-flor também tem substâncias antioxidantes e outros fitoquímicos.

O vegetal está entre os 20 melhores pontuados no Índice de Nutrientes Densidade Agregado (ANDI), que mede a vitamina, mineral e conteúdo fitonutriente em relação ao conteúdo calórico.  Isso significa que o alimento fornece uma grande quantidade de nutrientes para uma pequena quantidade de calorias. Versatilidade descreve a couve-flor, você pode comê-la crua em saladas, cozinhar, ou até mesmo fazer um purê com ela.

Ao escolher couve-flor fresca, procure uma que esteja firme, sem manchas amareladas ou amarronzadas, e que tenha folhas verdes anexadas ao caule. Guarde o vegetal inteiro com o caule para baixo na geladeira em um saco plásticoem um saco plástico que permita a ventilação para não acumular água . Desse modo, ela deve durar por cerca de cinco dias.

Os benefícios que a couve-flor oferece são a perda de peso, sensação de saciedade devido às suas fibras, prevenção contra o câncer, melhora no sistema digestivo, melhora da memória, entre outros. Confira abaixo, mais detalhadamente, dez de seus benefícios mais impressionantes:

1. Previne alguns tipos de câncer

A couve-flor contém antioxidantes que ajudam a prevenir mutações celulares e a reduzir o efeito dos radicais livres. Um deles é o indol-3-carbinol ou I3C, que é encontrado nos vegetais da família crucífera, e segundo diversos estudos, foi apontado como capaz de reduzir quatro tipos de câncer: de mama, endomentrial, cervical e de próstata.

Estudos recentes mostram que alimentos que contém o sulforafano, um composto de enxofre, são potenciais aliados contra o câncer, especialmente melanoma, câncer de esôfago, de próstata e pâncreas. A substância é o que dá aos vegetais crucíferos o sabor amargo e tem sido estudada com a função de matar células tronco cancerosas, atrasando assim o crescimento de tumores.

2. Melhora a saúde do coração

O sulforafano presente na couve-flor e em outros vegetais crucíferos também foi estudado como capaz de melhorar a saúde do coração. A substância tem capacidade de aumentar as defesas antioxidantes e as proteínas detoxificadoras intracelulares, assim protege os vasos sanguíneos e reduz os danos causados às células pelo excesso de açúcar. Um estudo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul pesquisou os efeitos do sulforafano no remodelamento cardíaco pós-infarto do miocárdio.

3. É anti-inflamatória

A couve-flor tem um grande número de nutrientes anti-inflamatórios. Eles atuam em nível celular, prevenindo as respostas inflamatórias desde o início. Ela atua na regulação do sistema imune e inflamação, diminuindo assim o risco de doenças relacionadas, como doença cardiovascular, diabetes, cancro, e obesidade.

4. É rica em vitaminas e minerais

Muitas vezes, com alimentações rápidas no dia a dia, não ingerimos a quantidade de nutrientes necessários, gerando uma carência que acaba sendo compensada com polivitamínicos. Comer regularmente couve-flor é uma maneira simples de obter esses nutrientes tão necessários para seu corpo. Por exemplo: uma porção de couve-flor contém 77% do valor diário recomendado de vitamina C. É também uma boa fonte de potássio, proteína, tiamina, riboflavina, niacina, magnésio, fósforo, fibras, vitamina B6, ácido fólico, ácido pantotênico e manganês.

5. Impulsiona sua saúde cerebral

A couve-flor é uma boa fonte de colina, uma vitamina, muito importante e versátil, conhecida pelo seu papel no desenvolvimento do cérebro. A ingestão de colina ajuda no sono, na aprendizagem e na memória. A  substância também ajuda a manter a estrutura das membranas celulares, auxilia na transmissão de impulsos nervosos e auxilia na absorção de gordura.

6. Ajuda na desintoxicação

Couve-flor ajuda a capacidade do seu corpo de se desintoxicar. Ela têm substâncias que ajudam o físico a excretar as toxinas. Contém glicosinatos e tiocinatos que aumentam a capacidade do fígado de neutralizar substâncias tóxicas, além de outras enzimas que ajudam na desintoxicação como a redutase quinona, glutationa transferase e a gluronosil  transferase.

7. Proporciona benefícios digestivos

A couve-flor é rica em fibras e em teor de água, por isso ajuda a prevenir a constipação, a manter um sistema digestivo saudável e assim diminuir o risco de câncer de cólon. Além disso, o sulforafano ajuda a proteger o revestimento do estômago e impede o crescimento excessivo de bactérias Helicobacter pylori, que causam distúrbios estomacais.

8. Tem antioxidantes e fitonutrientes

Comer couve-flor irá te garantir a ingestão de muitos antioxidantes e fitonutrientes. Vitamina C, beta-caroteno, kaempferol, a quercetina, rutina, ácido cinâmico, e muito mais.

Se você consumir esses micronutrientes, seu corpo será capaz de resistir ao envelhecimento causado peala exposição a poluentes, ao estresse crônico e muito mais. Não ter uma dieta rica nesses nutrientes que combatem os radicais livres pode resultar em danos, como lesões de órgãos

9. Deixa os ossos fortes

O alimento é rico em vitamina K. Estudos associam a baixa ingestão de vitamina K com um maior risco de fratura de osso e osteoporose. Um consumo adequado da vitamina melhora a saúde de seus osso pois melhora a absorção de cálcio e reduz a excreção urinária de cálcio.

10. Favorece o emagrecimento

Assim como outros alimentos riscos em fibras, a couve-flor proporciona a sensação de saciedade. Assim ela evita beliscadas fora de hora e é aliada no emagrecimento. Além disso, o alimento tem baixíssima quantidade de calorias; em 100 gramas de couve-flor cozida existem apenas 25 calorias.

Fonte: Just Naturally Healthy e MNT

Chá de Urtiga Branca

urtiga branca

Urtiga Branca

As propriedades medicinais da urtiga branca

  • Adstringente;
  • Emoliente;
  • Expectorante.

Os benefícios e as indicações de uso

Devido às suas propriedades medicinais, a urtiga branca é indicada, principalmente, no tratamento de casos de corrimento vaginal (leucorreia) ou distúrbios gastrointestinais. Inclusive, a urtiga branca, ao lado do carvalho-vermelho, é uma das raras plantas medicinais usadas no tratamento de corrimento vaginal.

As suas indicações de uso envolvem os seguintes problemas de saúde: amenorreia, tratamento do aparelho genital feminino, diarreia, sangramento menstrual intenso, atonia e esclerose do útero, hemoptise, hemorragia, inflamação das vias urinárias, menstruação muito precoce, metrorragia, rins, uremia dos homens idosos.

Esta planta é um tratamento tradicional para corrimento vaginal anormal e, às vezes, é usada para aliviar cólicas menstruais. Externamente, a urtiga branca ainda é indicada para tratar coceira no couro cabeludo, como no caso da caspa; e a compressa de urtiga é aplicada em varizes e hemorroidas.

Além disso, a água destilada das flores e folhas desta planta é um eficaz colírio para aliviar as condições dos olhos. As suas flores fervidas na água podem ser utilizadas como erva medicinal para a hidropisia e catarro. Existe, ainda, medicamento homeopático feito a partir da urtiga branca, para o tratamento distúrbios renais, amenorreia e distúrbios da bexiga.

Diz o Dr. J. Monteiro da Silva que a urtiga branca tem propriedades hemostásticas, sendo usada contra as hemoptises, as epistaxes e as metrorragias.

Este vegetal regulariza as funções do intestino em caso de constirpação e diarréia.

Exteriormente aplica-se a infusão das flores, em loções e compressas, queimaduras, etc.

Parte usada: Flores.

Dose: 10 gramas para 1 litro de água; 4 a 5 xícaras por dia.

Chá de Malva

 

Família: Malváceas

Outros nomes: Malva-grande, malva verde, malva de botica.

Uso Medicinal: As folhas e flores da malva são béquicas, calmantes, emolientes.

As raízes também são emolientes.

A malva é um excelente remédio para curar os catarros de qualquer espécie.

Em gargarejos ou inalações, dá bom resultado nas enfermidades da garganta e ouvido.

Em fomentações, a infusão das folhas e flores é indicada contra as inflamações externas.

A malva substitui a altéia em todas as suas aplicações.

Parte usada: F;olhas, flores e raízes.

Dose: Folhas e raízes, normal. Flores 10 gramas para 1 litro de agua; 4 a 5 xícaras por dia. Para uso externo, adota-se dose dobrada. Em compressas aplica-se a infusão desta planta sobre abcessos, furúnculos, etc.

 

Confira os benefícios do Chá de Bardana

chá de bardana

bardana

Família: Compostas.

Outro nome: Pega massa.

Uso medicinal: É depurativa, diaforética e diurética.

Usa-se para abcessos, afecções da pele, bronquite, catarros do estômago e dos intestinos, cálculos nefríticos, cálculos biliários, cálculos da bexiga, cólicas nefríticas, cólicas hepáticas, comichão, debilidade do estômago, dispepsia, enfermidades cardíacas, enfermidades do fígado, escrófulas, eczemas, feridas, furúnculos, gastrite, gota, hidropisia, herpes, prisão de ventre, queda de cabelo, reumatismo, sarna, tumores, tinha.

Aplica-se também, topicamente, em forma de compressas, sobre partes doloridas, por contusão, reumatismo, etc.

A raiz da bardana, usada como chá, em dose mais forte que a regular, age como antídoto em caso de envenenamento pelo mercúrio.

Parte usada: Folhas, flores e raízes

Dose: Normal.

Chá de Artemísia

artemisia

 

Família: Compostas

Outros nomes: Artemigem

Uso medicinal: A artemísia tem muitas aplicações na medicina doméstica.

Emprega-se para: anemia, cólicas, coréia (dança de são guido), debilidade do estômago, diarréia, enterite, epilepsia, flatulências, gastrite, hidropisia, icterícia, lombrigas, menstruação deficiente, mucosilidades, nervosismo, nevralgia, reumatismo.

Em casos de dores reumáticas, fazem-se fricções com o sumo dessa erva, sobre as partes doloridas. Podem para os mesmos fins, aplicar-se também compressas  quentes ou cataplasmas com o cozimento de artemísia.

Não é recomendada para mulheres que estão amamentando.

Parte usada: Folhas, flores e raízes.

Dose: 15 gramas em 1 litro de água. Duas a quatro xícaras de chá por dia.

Chá de Arnica

chá de arnica

Chá de Arnica

Uso medicinal: O Brasil importa grandes quantidades de arnica para emprego farmacêutico. Seus princípios ativos básicos são a essência, a resina, os corantes e os ácidos glaxos. O principio amargo e acre, encontrado mais abundantemente nas flores é a arnicina. A essência, contudo, é mais concentrada nos rizomas. A arnica contém ainda inulina, taninos, glicose, cera, colina, princípios carotenoides, arnidiol, faradiol e heterósidos flavonólicos.

A arnica é tradicionalmente usada em casos de traumatismos, golpes, contusões e hematomas.. Recomenda-se a aplicação externa de tintura de arnica, ou o infuso dos rizomas e das flores a 10%.

Internamente, o uso da arnica é restrito, pois pode provocar intoxicações se usada em quantidades acima da recomendada. Indica-se internamente, para estimular os batimentos cardíacos e a circulação. Mas a dose não deve ultrapassar 1% em 200ml de água por dia (flores e rizomas). Afirma-se que Goethe, famoso poeta alemão, utilizava arnica internamente, em gotas, para fortalecer o coração.

 

Chá de Amor Perfeito

amor-perfeito

 

Familia: Violáceas

Outros nomes: Flor da trindade, violeta de três cores.

Uso Medicinal: É um vegetal de bom efeito como depurativo e peitoral. É indicado nas afecções cutâneas: erupções miliares, eczema, impetigem, herpes, manifestações escrofulosas, etc. Para estes fins, toma-se chá e reforça-se a ação interna, fazendo-se loções ou aplicando-se compressas.

Emprega-se também o amor-perfeito, com sucesso, contra o reumatismo articular, aumentando-se um pouco a dose.

Parte usada: Folhas e flores.

Dose: Folhas, 20 gramas; flores, 10 gramas em 1 litro de agua; 3 a 4 xícaras por dia.